segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Tempos de Mudança

Parte II

"Primeiro eu, segundo eu, terceiro... Eu".
E o resto "foda-se!"

Ok, não é bem assim, óbvio que meus amigos e próximos a mim sempre terão meu apoio, carinho, ombro e conselhos. Entretanto agora aprendi que tenho que pensar mais em mim. Quando gosto de alguém, ou melhor, gostava queria todo o bem da pessoa e ME deixava sempre em segundo ou mesmo terceiro plano. Dane-se se estou mal, sem dinheiro, cansado, enfim, apenas quero vê-la bem, ok? "Pode pisar em mim. Vai ficar bem com isso? Então, ok. ;)" Bem, este era o antigo Eu.
Eu sei que tenho meu valor e que não fui encontrado em qualquer canto. Tenho noção real das minhas capacidades e não vou mais deixar que digam o contrário.
Precisei de muitos pizões para sentir a verdadeira dor e aprender. Aprender a dizer não aos outros, preciso agora ensinar isso ao meu coração.
Preciso seguir mais a risca o que digo. O que me leva a segunda lição: Identidade.


"Pode ferir-se o amor-próprio; matá-lo, nunca."
-Henry de Montherlant

Um comentário:

tl;dr.jpg disse...

é o melhor a se fazer mesmo, o problema é passar por tudo isso, esse sim é o maior problema x_x